Paróquia São Sebastião

Rua Padre Manoel Guinot, 74 - Centro - 13270-030 - Valinhos, SP

Tel: (19) 3871 8882

Artigos › 03/02/2021

A bênção de São Brás em tempos de COVID

Embora seja tradicionalmente dada na garganta de cada pessoa, há uma cláusula que permite ao sacerdote abençoar à distância

Uma tradição popular em muitos países é a bênção da garganta perto da festa de São Brás (3 de fevereiro). É uma bênção inspirada na história do santo, que durante sua vida era conhecido por curar pessoas com problemas de garganta.

Embora a bênção pareça estar focada apenas na garganta, também tem sido usada para invocar o poder de Deus para curar qualquer doença. O padre normalmente faz a seguinte oração sobre a pessoa.

Por intercessão de São Brás, bispo e mártir, Deus te livre de todas as doenças da garganta e de todas as outras doenças: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Além disso, o Livro das Bênçãos publicado pela Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos explica a natureza universal dessa bênção.

Nos Estados Unidos, a bênção anual da garganta é um sinal tradicional da luta contra a doença na vida do cristão.

 

Opções

Como resultado, a bênção assume um novo significado na “era da COVID”, à medida que o mundo continua a lutar contra o vírus. Isso nos lembra de nossa confiança na Providência Divina. Podemos não entender por que esse mal assola o mundo, mas podemos recorrer a Deus em busca de orientação e consolo.

O Livro das Bênçãos observa ainda que a bênção tradicional da garganta não precisa ser administrada diretamente na garganta e pode ser feita à distância.

Se, por razões pastorais, cada indivíduo não pode ser abençoado da maneira descrita no nº. 1627, por exemplo, quando há multidão ou quando a memória de São Brás ocorre em um domingo, um sacerdote ou diácono pode dar a bênção a todos os reunidos estendendo as mãos, sem as velas cruzadas, sobre o povo enquanto diz o oração de bênção.
A bênção também pode ser transferida para um dia diferente (não necessariamente o dia 3 de fevereiro) e pode ser dada aos “enfermos ou idosos em suas casas, quando estes não podem comparecer à celebração paroquial”.

É uma bela bênção e embora 2021 possa ser diferente, isso não significa que a tradição precise ser abandonada, especialmente quando clama especificamente pela ajuda de Deus em tempos de doença.

Fonte: Aleteia / Imagem: Wikipedia



Horários

Missas:

Todos os dias:
às 7h

Segunda, sexta, sábado e domingo:
às 19h

Domingo:
às 9h

Saiba +

Confissões

Acesse Aqui

CONFISSÕES


(Atendimento feito pelos Padres)

Ligar na Secretaria Paroquial para confirmação dos horários.

terça-feira: das 14h às 16h30
quarta-feira: das 9 às 11h30
quinta-feira: das 14h30 às 17h
sexta-feira: das 9h às 11h30
sábado: das 9h às 11h.

Escuta Cristã

Acesse Aqui

ESCUTA CRISTÃ


(Atendimento feito pelos Ministros da Pastoral)

Segunda-feira das 8h às 12h e das 16h às 18h
Terça-feira: das 8h às 12h e das 12h às 16h
Quarta-feira: das 8h às 11h30 e das 15h às 17h
Quinta-feira: das 8h às 11h30 e das 14h às 16h
Sexta-feira: das 10h às 12h, e das 14h às 17h

Capela Virtual

Siga-nos nas Redes Sociais

@psaosebastiaosp @saosebastiaovalinhos