Paróquia São Sebastião

Rua Padre Manoel Guinot, 74 - Centro - 13270-030 - Valinhos, SP

Tel: (19) 3871 8882

Notícias › 09/01/2017

Agência do Vaticano denuncia situação das prisões no Brasil

“Falar de cárcere significa falar de uma fábrica da tortura, que produz a violência e produz monstros. É um ambiente estressante e barbárie é constante”, diz o padre Valdir João Silveira, coordenador nacional da Pastoral Carcerária no Brasil em texto enviado à Agência Fides. Após a notícia da tragédia que aconteceu no início de janeiro na penitenciária Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, onde, segundo a Secretaria da Segurança Amazonas foram mortas 56 pessoas, existem muitas queixas de famílias e instituições que colaboram no cuidado de prisioneiros neste centro e em outros centros penitenciários do país.

“Nós só encontramos pessoas feridas, celas cheias e alimentação ruim. O que aconteceu com Compaj, acontece em diferentes lugares do Brasil, no Rio Grande do Norte, em Rondônia e Paraná … É uma bomba-relógio que pode explodir a qualquer momento, em todo o país “, reiterou padre Valdir.

De acordo com o padre, todos os dias há diferentes distúrbios no país, mas apenas os mais importantes são relatados na imprensa. As revoltas são motivados por superlotação e talvez só vai diminuir após o governo tomar uma série de medidas. A primeira seria a de prestar assistência jurídica aos presos, que passam muito tempo de espera antes de serem processados. O sacerdote destacou que muitos presos que estão à espera de julgamento estão em celas com presos já condenados.

De acordo com as últimas agências de notícias locais, a situação não é pacífica e o governo, há poucas horas, autorizou envio de forças federais para três estados (Amazonas, Rondônia e Mato Grosso) para conter os motins nas prisões destas regiões. Após o caso de Manaus, houve o massacre de Monte Cristo, em Boa Vista (Roraima), em 06 de janeiro, onde foram mortos 33 presos, de acordo com a imprensa local em retaliação aos fatos de Manaus.

Por CNBB, com Agência Fides



Horários

Missas:

Todos os dias:
às 7h

Segunda, sexta, sábado e domingo:
às 19h

Domingo:
às 9h

Saiba +

Confissões

Acesse Aqui

CONFISSÕES


(Atendimento feito pelos Padres)

Ligar na Secretaria Paroquial para confirmação dos horários.

terça-feira: das 14h às 16h30
quarta-feira: das 9 às 11h30
quinta-feira: das 14h30 às 17h
sexta-feira: das 9h às 11h30
sábado: das 9h às 11h.

Escuta Cristã

Acesse Aqui

ESCUTA CRISTÃ


(Atendimento feito pelos Ministros da Pastoral)

Segunda-feira das 8h às 12h e das 16h às 18h
Terça-feira: das 8h às 12h e das 12h às 16h
Quarta-feira: das 8h às 11h30 e das 15h às 17h
Quinta-feira: das 8h às 11h30 e das 14h às 16h
Sexta-feira: das 10h às 12h, e das 14h às 17h

Capela Virtual

Siga-nos nas Redes Sociais

@psaosebastiaosp @saosebastiaovalinhos